ESQUECI MINHA SENHA >
Sincodiv
ÍNDICE SINCODIV-SP ONLINE
Seção Reportagem
26/04/2016 - 17:04:21
Regime de Trabalho do Aposentado será Projeto de Lei para incentivar contratação de pessoas com ‘’60+’’. População é a que mais vai crescer no país
Por Juliana de Moraes e Renan De Simone
Divulgação / Movimento REAL.IDADE.org.br

Projeto de Lei em fase final de elaboração, o RETA (Regime de Trabalho do Aposentado), voltado à ampliação da empregabilidade de profissionais aposentados com 60 anos ou mais, é a principal bandeira do Instituto de Longevidade, organização lançada neste mês de abril, na capital paulista.

A proposta de legislação está em desenvolvimento em parceria com a Fipe-USP (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas da Universidade de São Paulo) e sob a coordenação do professor da FEA (Faculdade de Economia e Administração) Hélio Zylberstajn, um dos principais especialistas em mercado de trabalho no país. A redação do Projeto de Lei coube a Zylberstajn e Nelson Mannrich, da Faculdade de Direito da USP.

Incentivo tributário para empregar quem tem 60 ou mais

O futuro PL deve estabelecer que empresas recebam incentivos tributários para a contratação de profissionais aposentados com mais de 60 anos, além disso vai propor um regime de trabalho mais flexível, tornando atraente a ideia de retornar ao mercado para um grupo de pessoas que, em geral, não está disposto a encarar o modelo tradicional de jornada, previsto pela CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) e considerado demasiadamente rígido para este público.

De acordo com Zylberstajn, a população com 60 anos ou mais equivalerá a cerca de um terço dos brasileiros em 2060. Já a população com 50 anos ou mais responderá por 98 milhões de habitantes, cerca de metade do total de brasileiros, em 2050. “Nós somos o futuro”, afirma aos risos, ele que está com 70 anos. 

A oportunidade e o vigor dos “50+”

Segundo dados do Data Popular, as empresas subaproveitam tanto a capacidade produtiva, como o poder de consumo dessa população que não para de crescer.

“As pessoas com 50 anos ou mais somam, hoje, 47 milhões brasileiros que movimentam anualmente R$ 1,58 trilhão. É mais do que toda a classe média do país. Um total de 64% é responsável por toda ou maior parte da renda da família, mas apenas 51% apontaram que a renda é produto do trabalho”, destaca Renato Meirelles, CEO do Data Popular.

Ele acrescenta que 24% desse grupo usam a internet regularmente, entre os quais 98% acessam a rede social Facebook, o que equivale a um grupo de cerca de 10 milhões de pessoas inseridas no universo online e que podem ser alvo de ações específicas.

Já os outros mais de 30 milhões são prova de que nem só de internet devem viver as empresas, o que pode parecer estranho nos dias de hoje, em que o virtual está conquistando cada vez mais espaço no mercado de consumo. Na prática, os dados mostram que há espaço para todas as formas de comunicação e, neste caso em especial, os meios alternativos ao virtual também deverão ser amplamente considerados para se atingir esse nicho.

Outras iniciativas do Instituto

Embora recém-criado, o Instituto de Longevidade, uma iniciativa patrocinada pela seguradora Mongeral Aegon, começa grande. Além da parceria com a Fipe, a entidade também tem a FGV (Fundação Getúlio Vargas) como parceira em um trabalho que indicará, anualmente, o ranking das cidades que estão melhor se preparando para o aumento da longevidade de suas populações com 60 ou mais anos.

A AARP, entidade norte-americana voltada a atender o segmento de pessoas acima de 50 anos (e com mais de 40 milhões de integrantes); a ANBO, entidade holandesa com mais de 120 anos de atuação; e os centros de pesquisa MIT AgeLab, Stanford Center of Longevity e Leyden Academy, na Holanda, também estão entre as organizações parceiras do Instituto.

As informações estão reunidas no site “Movimento REAL.IDADE” (www.movimentorealidade.org), que também apresenta notícias sobre trabalho, planejamento financeiro e estilo de vida, tudo voltado ao público de “50+”.

 

Produção e edição

 

COMENTÁRIOS:

Nenhum comentário cadastrado.