ESQUECI MINHA SENHA >
Sincodiv
ÍNDICE SINCODIV-SP ONLINE
Seção Reportagem
02/06/2016 - 15:47:55
Transição e desenvolvimento de talentos: desafios de líderes em alta performance
Por Matheus Medeiros e Renan De Simone
@_openspace_ Michael Watkins e Janete Vaz, especialistas em gestão de pessoas e alto desempenho.

Liderar não é uma tarefa fácil, ainda mais quando o objetivo é realizá-la com alta performance. Os desafios de um líder são constantes e aparecem nas mais difíceis situações, que vão desde a transição para uma nova função ou empresa até no desenvolvimento de novos talentos.

Pelo menos essa é a opinião de alguns especialistas da área, como Michael Watkins – professor do IMD (Instituto Internacional de Gestão, na tradução para o português) na Suíça e autor do best-seller “Os primeiros 90 dias”, que vendeu mais de um milhão de cópias.

Para ele, que esteve no Brasil participando do Fórum HSM de Liderança e Alta Performance, ser líder é ainda mais desafiador nos momentos de transição – entre empregos, cargos, áreas e equipes, por exemplo.

“O sucesso ou o fracasso durante o começo é um forte indicativo do sucesso ou fracasso geral do trabalho. São nos primeiros meses que se constrói confiança e uma boa expectativa de mudança, já que nesse período você é mais observado, erigindo, assim, sua primeira impressão”.

Segundo Watkins, os primeiros 90 dias são repletos de “armadilhas”, que exigem atenção e dedicação do profissional. Entre elas estão: ficar preso ao que você já sabe fazer; tentar fazer muito e, assim, perder o foco nas prioridades; chegar com “a reposta” para os problemas já definida, sem avaliar casos específicos; não buscar entender a cultura e a política do negócio; e não construir relações horizontais.

Para ele, a transição é mais ampla do que apenas um novo cargo, área ou empresa. “É comum que, em momentos como esse, a empresa presuma que o novo líder – ou o líder em nova função – já saiba o que fazer, não o ajudando a encontrar as respostas. Ou, por outro lado, talvez o próprio líder não queira ajuda, pois imagina que isso possa ser prejudicial para sua imagem”, explica.

O especialista destaca que é preciso balancear estabilidade e inovação, mantendo o que funciona e implantando novas ideias e práticas, evitando ao máximo criticar a antiga liderança. O foco deve sempre ser para a solução.

Desenvolvimento de novos talentos

Outro desafio da rotina de uma liderança direcionada para o alto desempenho está relacionado com o desenvolvimento de talentos. Para Janete Vaz, cofundadora do Laboratório Sabin, uma das 10 melhores empresas para se trabalhar no Brasil de acordo com diversas pesquisas da área, o relacionamento e as práticas com os colaboradores é a principal prioridade de um líder.

“Deve-se trabalhar para criar uma cultura que pregue o bom tratamento com os funcionários, sendo inspirador e motivador. Isso atrai os melhores talentos e ajuda a desenvolvê-los”, enfatiza.

Para ela, também presente no evento da HSM, isso está totalmente relacionado com o trabalho do líder, “que precisa reconhecer, recompensar, valorizar e comemorar o bom trabalho dos funcionários, sendo um ‘norte’ para o dia a dia de seus liderados”.

 

Produção e edição