ESQUECI MINHA SENHA >
Sincodiv
ÍNDICE SINCODIV-SP ONLINE
Seção Entrevista
09/11/2017 - 16:01:27
Bate-papo com Isabel Macarenco, doutora em Comunicação, coach e especialista em multiplicadores – PARTE II
Por Renan De Simone e Matheus Medeiros
Divulgação “Multiplicar tem a ver com produzir com o aprendizado, gerando resultados em uma linha mestra, conduzir as pessoas para que produzam e alcancem metas e objetivos. É uma tarefa de desenvolver profissionais e pessoas”.

Sincodiv-SP Online: Você pode ter um multiplicador na equipe para cada tipo de assunto distinto, levando em consideração a facilidade de cada pessoa para cada tema? Esse papel deve ser formalizado?

Isabel Macarenco: Quando se trata de treinamentos e conteúdos puramente técnicos e específicos, não se deve destacar o multiplicador para absorver e passar à equipe, mas sim o oposto. O multiplicador, por conhecer bem as diversas pessoas do time, deve destacar o candidato correto do time para absorver e compartilhar determinado tipo de informação.

As pessoas têm talentos diferentes e o multiplicador capacitado consegue identificar o parceiro ideal para ajudá-lo em cada questão.

Sincodiv-SP Online: Como saber quando a organização está no caminho certo com seus multiplicadores?

Isabel Macarenco: Idealmente, quando se inicia um trabalho de capacitação de multiplicadores, é fundamental analisar uma série de indicadores que servirão de base de comparação futura. Posteriormente, depois de algum tempo do trabalho estar em andamento, é possível ver a evolução do antes e do depois e mesmo comparar o caminhar com as metas da empresa, buscando um cenário mais realista.

Existem diversos indicadores que podem ser utilizados, como: indicador de aprendizagem do time; de melhoria de processo; e de resultados específicos como de qualidade, redução de custos, turnover, reclamações dos clientes, entre muitos outros.

Sincodiv-SP Online: Muito se ouve a comparação de um multiplicador com um jardineiro que planta e cultiva. Nesse caso, todo gestor deveria ser um multiplicador?

Isabel Macarenco: Todo gestor, de certa forma, é um pouco um multiplicador ou, ao menos, deveria ter grande parte de suas habilidades e competências. A melhor maneira de otimizar essa atuação é fazer com que os gestores passem pela formação de multiplicador.

Os multiplicadores, por sua posição estratégica e conhecimento das áreas, podem assumir a posição também dos gestores quando estes estão fora por algum motivo. No entanto, idealmente, multiplicadores devem ser pares dos outros colaboradores. Muitas vezes eles são colocados ao lado dos gestores para entender o cenário da organização e ajudá-los a ampliar a visão, o que é um movimento benéfico aos dois.

Sincodiv-SP Online: Como as empresas têm se saído no desenvolvimento de multiplicadores segundo sua experiência?

Isabel Macarenco: Em geral, há muita resistência por parte delas, pois o investimento nos multiplicadores mexe com a organização e não é simples. A cultura de conservação atrapalha um pouco a visão de renovação – mas é claro que há elementos dentro da empresa que devem ser mantidos, como valores, visão e missão, pois, se foram bem definidos no início do negócio, ainda são válidos.

Além disso, nosso mercado tem uma cultura muito imediatista, fala-se em sustentabilidade, mas se esquece de que essa é uma questão de longo prazo. Quando as lideranças entendem, porém, a necessidade do planejamento e do preparo da empresa para suas diversas fases, a visão dos empresários se expande e eles notam a necessidade desse tipo de trabalho com os multiplicadores. Pois é só o preparo que pode direcionar o negócio para o futuro desejado.

Criar uma base sólida, com processos internos eficientes e desenvolver pessoas é o que fará sua empresa mais forte nas adversidades.

Produção e edição

 

COMENTÁRIOS:

Nenhum comentário cadastrado.