ESQUECI MINHA SENHA >
Sincodiv
ÍNDICE SINCODIV-SP ONLINE
Seção Silvana Chmelyk Vallochi
04/07/2018 - 16:24:26
Encare os novos desafios, mas não esqueça da gestão de caixa e do capital de giro!
Por Silvana Chmelyk Vallochi*
Sincodiv-SP / Sarro

É fato que o Brasil dá passos para sair da recessão, contudo devemos olhar para trás com o intuito de aprender com nossos erros e nos adaptarmos ao atual cenário econômico, além de considerar o que vem pela frente em um ano de eleições e, por que não dizer, de Copa do Mundo, já a pleno vapor.

Passamos o último ano falando muitas vezes sobre o assunto mudança. Mais que uma palavra, parece ter se tornado um mantra que vem permeando muitas das discussões sobre como sobreviver em meio à crise e tantas variantes econômicas no nosso setor. E acredito que em 2018 não está diferente.

É verdade que as empresas devem aprender a lidar com as situações extremas como forma de se prevenirem e saber como enfrentar situações delicadas e não somente se blindarem contra elas. Para adquirir esta habilidade, temos que encarar os novos desafios de frente, mas sem esquecer de velhos problemas que afetam diretamente o negócio.

Caixa e capital de giro

Ainda hoje, observamos o fato de que as concessionárias e demais empresas dos mais variados setores são carentes em administração do caixa e do capital de giro, mostrando a necessidade de despertar uma mudança de mentalidade dos empresários.

Historicamente, o administrador ou o responsável pelas finanças da empresa sempre se preocupou com o resultado, mais especificamente com o lucro, deixando de lado outros fatores importantes, como a administração de seus recursos financeiros.

É uma questão cultural dos administradores e também de conhecimento técnico, pois o mercado exigia menos, mas as crises mostram como é necessário adquirir um novo aprendizado, de como gerenciar conflitos ligados à compra, recebimento e pagamento do produto, nessa ordem de preferência.

Segundo pesquisa realizada pelo Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), a falta de planejamento do capital de giro é apontada como uma das principais causas da falência de pequenas e médias empresas nos cinco primeiros anos de vida.

A concessionária tem como maior desafio aprender a viver num processo saudável de administração do caixa e não somente dos lucros, sabendo lidar com os fornecedores e fazer uma boa gestão de compras.

O estoque tem que girar rápido, favorecendo a venda, evitando juros mais altos e garantindo o pagamento do fornecedor. Cuidar do capital de giro deve ser uma atividade diária e o uso de indicadores sistêmicos é mais do que recomendado.

O lucro é importante, mas não é possível administrar uma empresa sem uma gestão de caixa e de capital de giro.

Avancemos!

 

*Mestra em Neuromarketing pela Florida Christian University, Silvana Chmelyk Vallochi é graduada em Comunicação Social – Relações Públicas com Extensão em Marketing Direto pela FAAP. Possui Especialização em PNL pela Master Solution Institute, Certificação Internacional The Coaching Clinic pela Sociedade Latino Americana de Coaching e pela Universidade Northwood (EUA) em Estratégia de Negócios para Concessionárias. Executiva e sócia-fundadora da EGA – Escola de Gestão Automotiva, é também consultora de treinamento de campo e âncora do programa Mesa Redonda de Melhores Práticas, da Universidade Web Fenabrave. Silvana escreve mensalmente com exclusividade para o portal do Sincodiv-SP.

 

Edição e revisão

 

COMENTÁRIOS:

Nenhum comentário cadastrado.