Anef revê para cima projeção de crédito para setor automotivo. Alta deve ser de mais de 10% em 2017
Por Juliana de Moraes e Renan De Simone


Neste ano, deverão ser liberados R$ 90,6 bilhões para financiar a compra de veículos, o que representa uma alta de 10,2% na comparação com 2016, que foi de R$ 82,2 bilhões. A estimativa é da Anef (Associação Nacional das Empresas Financeiras das Montadoras), que elevou a sua projeção, anteriormente em R$ 86,7 bilhões, num crescimento de 5,5% em relação ao ano anterior.

"Nossa expectativa é a de que teremos um segundo semestre melhor na comparação com o primeiro. Os números, no entanto, ainda serão tímidos em relação aos anos anteriores. A retomada será lenta, pois as pessoas ainda mantêm cautela antes de fechar um negócio", analisa o presidente da Anef, Luiz Montenegro.

Ao contrário da liberação de recursos, a entidade não reviu sua projeção para o saldo de financiamento. Por enquanto, o indicador foi mantido, com expectativa de crescimento de 2,5% em 2017, passando de R$ 162,7 bilhões para R$ 166,7 bilhões.

Liberação de recursos de janeiro a junho

No primeiro semestre de 2017, os bancos de montadoras e as instituições independentes liberaram R$ 45,8 bilhões, alta de 18,6% em doze meses.

Para as operações de CDC (Crédito Direto ao Consumidor) foram destinados R$ 44,9 bilhões (alta de 19,8% em relação ao mesmo período de 2016) de janeiro a junho; e para o leasing, R$ 880 milhões (queda de 22,3% em doze meses) nesse mesmo período.

Edição e revisão

Voltar
...(omitted for brevity)...