Em janeiro, liberação de crédito para CDC avança quase 34% ante 2017, informa Anef
Por Juliana de Moraes e Renan De Simone


Em janeiro de 2018, foram liberados R$ 9,7 bilhões em operações CDC, o que representa uma alta de 33,8% em relação ao mesmo período do ano passado. Desse total, R$ 8,5 bilhões foram destinados às pessoas físicas, o que corresponde a uma alta de 28,2% em relação a janeiro de 2017. Para as pessoas jurídicas foi liberado R$ 1,2 bilhão, volume 95% superior ao registado no mesmo período do ano passado.

O presidente da Anef (Associação Nacional das Empresas Financeiras das Montadoras), Luiz Montenegro afirma que a retomada da confiança influencia, inclusive, no tempo do contrato. "A tendência é que o consumidor volte a optar por financiamentos em prazos mais extensos, justamente por conta da estabilização da economia", explica.

Na carteira de leasing, foram liberados R$ 129 milhões, alta de 24% em 12 meses. Para as pessoas físicas, foram destinados R$ 29 milhões, volume 16% superior, enquanto para pessoas jurídicas foram liberados R$ 100 milhões, alta de 26,6%.

Inadimplência

O índice de inadimplentes nas operações de financiamento no mês de janeiro ficou em 3,8%, queda de 0,9 ponto percentual nos últimos 12 meses. Na carteira de leasing, a taxa foi de 2,3%, o que representa uma redução de 1,5 ponto percentual.

A taxa de inadimplência para pessoas jurídicas foi de 2,8% para financiamentos e 1,6% para leasing. Representando queda de 2,1 pontos percentuais (CDC) e 2,2 (leasing) em doze meses. 

Juros

Em janeiro, as entidades associadas à Anef cobraram juros de 18,85% ao ano e 1,45% ao mês, enquanto as instituições financeiras independentes trabalharam com 22,70% e 1,72%, respectivamente.

Edição e revisão

Voltar
...(omitted for brevity)...