Vendas de veículos crescem 11,4% no acumulado até setembro
Por Silvia Pimentel e Juliana de Moraes


De janeiro a setembro de 2019, as vendas de veículos novos - consideradas todas as categorias (automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas, implementos rodoviários e outros) - apresentaram alta de 11,4% na comparação com o mesmo período do ano passado. Os dados são da Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores).

No mês de setembro, foram emplacados 336.991 veículos, o que representa 12,48% de crescimento sobre o volume registrado no mesmo período de 2018. Na comparação com agosto, entretanto, houve queda, de 2,91%.

Desempenho dentro das expectativas

Para Alarico Assumpção Júnior, presidente da Fenabrave, o comportamento positivo é compatível com as expectativas da entidade. "O mercado continua estável, mas ainda em clima de espera, principalmente, por conta da realização das reformas necessárias", afirmou.

A retração sobre agosto, explicou Assumpção Jr., é consequência de um dia útil a menos de vendas (21 dias em setembro, contra 22 dias úteis em agosto). Dessa forma, ao considerar o desempenho do mercado em dias úteis, as vendas cresceram 1,9%.

Avanço das vendas diretas

No acumulado de janeiro a setembro, o presidente da Fenabrave chamou a atenção para a representatividade e avanço da participação das vendas diretas, que responderam por uma fatia de 45,24% do total de emplacamentos de automóveis e comerciais leves. Em 2018, no mesmo período, essa modalidade de vendas havia alcançado participação de 42,13%.

Os segmentos de automóveis e de comerciais leves, no acumulado dos nove primeiros meses, apresentaram crescimento de 8,75%, totalizando 1.935.013 unidades. Apenas em setembro, estes segmentos apontaram alta de 9,07%, na comparação com o mesmo mês do ano passado.

Confira, na tabela a seguir, os detalhes por categoria de veículos:

Edição e revisão

Voltar
...(omitted for brevity)...